Como o TikTok pode ser útil para uma empresa?

Com mais de 1 bilhão de usuários ativos por mês no mundo todo, a plataforma oriental apresentou um crescimento de 45% desde julho de 2020, conforme a análise divulgada pela Reuters.

Sucesso no Brasil, na Europa, nos Estados Unidos e na Ásia, a gigante foi criada pela ByteDance e é conhecida pelos vídeos curtos e pelo público diversificado, que não se limita a Geração Z (nascidos entre 1995 e 2010), mas também abrange os Millennials (1981 – 1995) e a Geração Alpha (2010-atualmente). Interativo, multimidiático e objetivo, o TikTok atende às principais necessidades do consumidor moderno, que ficou ainda mais exigente durante a pandemia e teve seus hábitos de compra transformados após o avanço da digitalização.

Para se destacarem em meio a concorrência e serem reconhecidas pelo público-alvo, muitas marcas têm apostado nesta rede social para atrair potenciais consumidores e melhorar o atendimento ao cliente. Empresas como Cacau Show, Ambev e Riachuelo, por exemplo, já deram um passo à frente e vem chamando a atenção dos usuários com seus vídeos simples e divertidos.

Para a publicitária e diretora de sustentabilidade da Abradi-SP, Henriane Morelli, as pessoas buscam, mais do que nunca, por experiências e soluções que otimizem o tempo e resolvam seus problemas de forma rápida e humana.“Quando oferecemos uma plataforma como o TikTok, com soluções que conseguem humanizar a marca e apresentar o produto de maneira criativa, percebemos que o resultado aparece”, inicia a especialista, que complementa: “Diante do excesso de informação e de ofertas de consumo, precisamos de conteúdos que conquistem nosso interesse em poucos segundos e é justamente por meio das estratégias de comunicação que as marcas passam a analisar o comportamento do público, para melhorar a experiência do cliente através dos canais digitais”, pontua.

Com relação às técnicas de marketing que auxiliam na retenção da atenção dos usuários do TikTok, Morelli explica que a identificação da persona, bem como o planejamento dos conteúdos que serão postados, são fundamentais para a divulgação de qualquer empresa. “Não adianta estar no TikTok e não ter assunto para falar com o público. As redes sociais nos ajudam a dar voz para a nossa marca e é por isso que precisamos entender quem é a nossa audiência e como conquistá-la. As pessoas entram nas redes sociais para se divertirem e não para comprar produtos. A compra é uma consequência”, pontua a publicitária.

Novas ferramentas do TikTok prometem facilitar o marketing empresarial
Além de se atentar para a produção de vídeos criativos que aumentem o engajamento da marca, é necessário aproveitar da melhor forma possível os recursos disponibilizados pela plataforma para melhorar a experiência do cliente. De acordo com o publicitário e CEO da IWM Agency, Murilo Oliveira, o TikTok vem realizando diversas melhorias em seu sistema, sempre prezando pela satisfação das empresas e dos clientes.

“Além do Shopify, parceria com uma empresa de comércio eletrônico que pretende unificar o processo de compra dentro do app, o TikTok também está implementando o Showcase Pop Up, uma experiência interativa de compra entre os usuários e anunciantes”, explica Oliveira. “Esta ferramenta vai permitir que adesivos e imagens sejam sobrepostos sobre os vídeos para ilustrar elementos importantes de um produto. Um exemplo disso é uma marca de refrigerantes que pode adicionar uma latinha ao conteúdo que está sendo produzido. Assim, quando o usuário clicar na latinha, ele será levado para uma página onde poderá comprar o mesmo”.

Além disso, o publicitário aponta outras ferramentas que prometem facilitar a relação empresa-cliente, como o StoryTime e o TikTok for Business: “O primeiro permitirá que os usuários se tornem parte da narrativa de uma campanha, enquanto que o segundo diz respeito a uma plataforma dentro do TikTok voltada para anúncios e propagandas”, finaliza.

Vale lembrar que a humanização, a conectividade e a interatividade promovidas por meio do TikTok são recomendadas pelos especialistas não só para a prospecção dos clientes, como para a fidelização dos antigos.

Fonte: ConsumidorModerno

Gostou? Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.